Finanças

Estudo aponta que as vendas de imóveis subiram 46% no primeiro semestre de 2021

odas as regiões brasileiras apresentaram crescimento na comparação entre o segundo trimestre deste ano e de 2020

Todas as regiões brasileiras apresentaram crescimento na comparação entre o segundo trimestre deste ano e de 2020

O mercado imobiliário passa por um momento de ascensão no Brasil. Números do estudo ‘‘Indicadores Imobiliários Nacionais do 2º trimestre de 2021’’ apontam um aumento de 46,1% nas vendas de imóveis nos primeiros seis meses do ano em comparação com o mesmo período de 2020. O levantamento é feito desde 2016 pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) e pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), em parceria com a Brain Inteligência Estratégica.

Os resultados da pesquisa foram divulgados em evento virtual no fim de agosto, levando em consideração os dados de 162 municípios espalhados pelas cinco regiões do país (20 deles, capitais). Em alguns casos, as cidades foram analisadas de forma individual e/ou englobando as regiões metropolitanas correspondentes.

Análise das vendas no segundo trimestre (2021 x 2020)

Em comparação entre o segundo trimestre de 2021 e o mesmo período de 2020, todas as regiões brasileiras apresentaram evolução nas vendas de imóveis, com destaque para o Sudeste, que registrou o maior aumento: 80,2%. Na sequência, vieram o Nordeste (+62,2%), Centro-Oeste (+52,1%), Norte (+35,7%) e Sul (+18,9%). A média nacional foi de crescimento de 60,7% em relação ao intervalo de abril a junho do ano passado e de 7,2% em comparação com os três primeiros meses de 2021.

Bastante comemorada pelo setor, a evolução do mercado imobiliário tem como grande trunfo as taxas de juros mais convidativas para pessoa física – atualmente, em torno dos 8%. De acordo com o vice-presidente de área da Comissão da Indústria Imobiliária da CBIC, Celso Petrucci, não há perspectiva de aumento até o fim do ano, o que deve atrair novos investidores.

Vendas Casa Verde e Amarela

O estudo também analisou o total de unidades lançadas e vendidas por meio do programa habitacional Casa Verde e Amarela (CVA) do governo federal. Ao considerar o total de lançamentos no Brasil, o CVA teve uma participação de 48% no segundo trimestre do ano. Já a representatividade em vendas de imóveis foi de 49% no mesmo período. Para efeito de comparação, de janeiro a março, os números eram de 55,6% e 51,5% respectivamente.

Em relação à variação de um período para outro, os lançamentos tiveram crescimento de 29,6% do primeiro para o segundo trimestre de 2021 e de 83,8% na comparação entre os meses de abril e junho de 2020 e o mesmo intervalo de tempo deste ano. No caso das vendas de imóveis no CVA, o aumento foi de 2,1% entre o primeiro e segundo trimestres de 2021 e de 40,7% no paralelo entre abril e junho de 2020 e de 2021.

Levando-se em consideração os dados apontados, acompanhar o mercado imobiliário tem uma relevância considerável. Para se manter atualizado sobre o mundo empresarial, finanças e economia em diversos setores, é possível acessar sites especializados em divulgação de notícias como o portal Universo de Negócios.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Most Popular

To Top